Recomende o blog:
    

O que Fazer quando meu cachorro mancar?



Quem nunca viu seu cachorro mancar? Eu mesmo presenciei varias vezes meu cachorro mancar depois de uma longa rodada de brincadeiras. Na época ele mancava levemente, ou seja, nada que algum repouso não ajude. Mas quando a manqueira não cessa? O que eu devo fazer? É grave? Isso que eu vou tentar explicar a vocês.
 

Não quer ler? Ouça a transcrisção do texto

 
 
Veja mais sobre saúde canina aqui!
É importante que se diga, não há raça, idade ou sexo que tenha uma predisposição maior ou menor nesse caso. Todos tem a mesma chance de aparecer, ou não. Isso se explica pelo agente causador da claudicação, que pode ter diversas explicações tais como pequenos incômodos em decorrência de espinhos na região da almofada da pata ou um problema sério como uma fratura por exemplo. Ou seja, todos estão sujeitos.
A claudicação canina, ou mancar, pode ser causada por qualquer razão subjacente a um cão tem dor. Qualquer diminuição na capacidade de um animal para suportar seu peso sobre um membro ou uma diminuição na mobilidade normal e função de um membro pode ser considerado claudicação. (Pet Place)
As maiores ocorrências acontecem exatamente por algum estiramento ou torção depois de longas cessões de exercícios. Exatamente como eu contei na introdução desse texto

Observe e faça
Estiramento de primeiro grau e espinhos
Cães e gatos que mancam por torções ou estriamentos leves geralmente se recuperam com simples descanso. Confine seu cachorro e evite fazê-lo correr. O ideal é continuar fazendo com que ele mantenha o descanso por 24 horas. Compressas geladas são boas para reduzir a dor e edema além de prevenir danos aos tecidos. Aplique gelo picado na área por 10 a 30 minutos algumas vezes por dia até a diminuição do edema ficar aparentemente menor ou diminuir. Espinhos devem ser retirados e a área higienizada.

Luxações e Fraturas
Nesse caso o seu cão apresenta uma dor aparente. É fundamental você ir diretamente ao seu veterinário. Com o profissional ele fará uma radiografia e imobilizará o local da fratura ou luxação.

Artrite, nervos e outros problemas degenerativos.
Um cachorro com artrite diagnosticada manca levemente, sendo normal nesse caso. Alguns medicamentos podem ser receitados para diminuir a dor. Consulte o seu veterinário.
Problemas degenerativos acometem grande parte dos cachorros de mais idade, não causam dor e devem ser diagnosticados por um veterinário.
Além dos problemas degenerativos, se o seu cão não tem dor aparente, o problema pode decorrer de traumas graves que afetam os nervos, fazendo-o mancar.

Fontes:
SHOJAI, AMY D. Primeiros Socorros para Cães e Gatos. Belo Horizonte: Autentica,2010. 439 p.